terça-feira, 31 de maio de 2016

Nossa nova Identidade Visual. Mais moderna e contemporânea. Com a cara destes novos tempos de comunicação total e interativa.

sábado, 15 de outubro de 2011

ÁSPERAS NATUREZAS




ÁSPERAS NATUREZAS DE ANTONIO AUGUSTO
Augusto lembra e remete a agosto. Pra nós, dias de frio, chuva e minuano na maior parte do tempo. Minuano, o vento. Soprando, entrando por frestas de paredes e sobretudos, nos obrigando a buscar o aconchego, o calor que insiste em não permanecer, soprado que é por este senhor frio e gelado, e implacável, o Senhor Minuano.
Para alguns, agosto é o mês de movimentos contritos, enregelados, mas para um artista como Antonio, é tempo de colheita. De inspiração.
Tempo de colher aquilo que o minuano sopra pelos campos e arrabaldes e áreas diversas da cidade. Folhas, galhos, gravetos, ramos. Raízes. O que a natureza descarta, a mão do artista recolhe e transforma, dando novo significado e sobrevida ao que já é naturalmente belo.
Ao ter contato com o trabalho do Antonio Augusto, o que surpreende e emociona de fato é a maneira como ele consegue organizar e harmonizar tantos e pequenos e frágeis elementos descartados pelo tempo, pelo ciclo da vida, pelo eterno renascer da natureza.
Em espaços generosos e imensos às vezes, outras vezes na área diminuta de uma folha de papel, o que se impõe é a sensibilidade do artista em seu estado mais puro. E visceral.
É impossível não sentir o vento soprando em meio àqueles gravetos e ramos, ouvir o suave lufar de uma brisa amena ou o sibilar de uma rajada mais forte. Um sopro de vida e beleza ancestrais em nosso cotidiano por vezes tão frio e desprovido de emoções.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

PARCEIROS PROFISSIONAIS - LM MULTICOM


Conheci o Laerte Cafruni Martins ainda nos anos 70 do século passado. Eu estava iniciando minha carreira, e ele já era um profissional de sucesso, ou melhor, um empresário da propaganda gaúcha com uma das carreiras mais bem sucedidas daquela época. Um verdadeiro Maestro.
O reconhecimento veio a partir de 1972 quando, em sociedade com Hesíodo de Andrade, fundou a Martins & Andrade Propaganda, agência que tornou-se umas das mais criativas do Brasil concorrendo, naquela década, com algumas das grandes do mercado, como a famosa MPM Propaganda. Mas como todo multi-talento, além da publicidade o Laerte atuou também nas áreas de marketing, jornalismo (onde tudo começou), cinema e televisão.
E com êxito total. Tanto que Em 1979, foi convidado a fazer parte do júri do Festival de Cannes. Ele foi o único profissional do Brasil fora do eixo Rio-São Paulo a atuar como jurado de filmes publicitários no evento. Mas o homem sempre foi incansável e inquieto. Talvez por força do sangue libanês, lá pelas tantas ele sempre consegue dar uma guinada e descobrir novos caminhos e novos fazeres. Foi assim que, logo após a volta de Cannes ele acabou por ir para os Estados Unidos estudar cinema, onde fez pós-graduação em Cinema e Televisão, no Texas. E a história dele continua até hoje. Para mim é uma honra e um prazer diário ter um parceiro profissional desta magnitude, uma pessoa que semeia bons frutos por onde passa. Para conhecer mais do Laerte, basta acessar o site da Coletiva.net. Lá tem um perfil completo da fera. Acesse www.coletiva.net/site/perfil_Laerte

PARCEIROS PROFISSIONAIS - PABLO FABIÁN



Falar de uma cara que é um excelente pai, marceneiro, músico, consultor empresarial, poeta, (inspiradíssimo), publicitário, (excelente), profeta, cozinheiro, amante, aventureiro, funcionário público, (professor universitário), relações públicas, naturista, sobrevivente, motociclista, administrador e por aí se vai não é tarefa das mais fáceis. Principalmente porque eu recém cheguei na vida dele e já me sinto um velho amigo, e não por méritos meus, mas sim pela absurda generosidade daquele coração. Coração com jeito de Rexona, sabe? Onde sempre cabe mais um. O Pablo Fabián certamente é um daqueles caras que assinou um pacto com os deuses da comunicação (Mercúrio/Hermes), tal é a facilidade que ele tem de se relacionar com o mundo. E como ele na verdade é múltiplo, o mundo às vezes fica devendo. Esta é a minha preocupação. Ter ritmo pra acompanhar o cara. Espero estar a altura.

domingo, 13 de dezembro de 2009

BREVE HISTÓRICO PROFISSIONAL




Iniciei minha carreira profissional em 1974, como ilustrador.
Com formação técnica, (Escola Técnica Parobé, Edificações) optei pela propaganda por uma questão de afinidade. Por isto abri mão da arquitetura.
Nestes mais de 30 anos de atuação no mercado, consegui atingir marcas bastante expressivas.
Em 1979/1980 fui o mais jovem diretor de arte eleito o Profissional do Ano pelo Prêmio Colunistas, com 23 anos.
Possuo experiência em qualquer área da comunicação com o consumidor, tendo atendido clientes em praticamente todos os segmentos da economia, com ênfase no segmento de prestação de serviços e na indústria de bens de consumo.
Fui Diretor de Arte de algumas das maiores agências de propaganda do Rio Grande do Sul e do pais, como DPZ, Símbolo, Raul Moreau, Martins & Andrade, Agência Um, Publivar, entre outras.
No setor de serviços atendi Banco Meridional, Banrisul, Grupo Pactum, Fininvest (Unibanco), Itaú (Viver Mais) e Caixa Estadual.
No segmento industrial atendi entre outros, Grupo Hering, Artex, Teka, Sulfabril, Malhas Malwee, Zivi Hercules, Têxtil Renner, Grupo Kalil Sehbe, Eberle, Marcopolo, Calçados Catléia, Cooperativa Vinícola Aurora, Enxuta (Grupo Triches) e Forjas Taurus.
No varejo, Lojas Gang, Carro do Povo, Cambial, Lojas Alfred, Comercial Grazziotin, Tumelero e Cia. Dosul de Abastecimento.
PREMIAÇÕES
Diretor de Arte do Ano – Prêmio Colunistas (1979 / 1980)
Anúncio do Ano – Lojas Gang (1979)
Melhor Conjunto de Anúncios impressos (1979)
Melhor Campanha Institucional – Grupo RBS (1979)
(Esta campanha também foi premiada com Medalha de Prata pelos Colunistas em nível Nacional).
Melhor Campanha de Varejo – Lojas Gang (1979)
Atualmente presto assessoria na área de Design Gráfico e Planejamento Criativo, com ênfase no Desenvolvimento de Imagem Corporativa e Brand Management.
E a partir de 2012, desenvolvo projeto de editoria digital, com ênfase no segmento de magazines digitais.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

NEW BRAND NOW - A EMPRESA




QUEM SOMOS / NOSSA MISSÃO
A New Brand Now é constituída por um grupo de profissionais de design, publicitários, consultores de empresas e especialistas em marketing focados na construção de marcas e brand management, sempre de acordo com as reais necessidades dos clientes.

NOSSOS VALORES
Comprometimento total na busca de soluções
Criatividade como ferramenta de crescimento
Ética nas relações pessoais e profissionais
Respeito à História e princípios éticos dos clientes
Busca constante de aprimoramento técnico e profissional
Integração plena com a comunidade
NOSSOS SERVIÇOS
Planejamento Estratégico
Planejamento Criativo
Gerenciamento de Processos

NOSSOS SERVIÇOS / PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
A complexidade que envolve a construção e o desenvolvimento de marcas tem sido alvo da atenção de acadêmicos, gestores e designers, principalmentenas últimas três décadas. Teorias e modelos de planejamento foram se multiplicando ao longo desses últimos anos, tentando explicar e traduzir o sucesso de inúmeras marcas no mercado, e propondo soluções para o lançamento e implementação de novas marcas. Uma das propostas mais consistentes é a de Aaker (1996), que sugere uma metodologia com três momentos:
1-Análise estratégica da marca
2-Definição da Identidade da Marca
3-Implementação desta identidade
Este é o modelo que definimos com ponto de partida para pensarmos o Planejamento e Brand Management de nossos clientes, sempre levando em consideraçãoa cultura profissional de cada um, assim como os vários aspectos da economia global, hoje decisiva para qualquer projeto de construção de marca.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
1-ANÁLISE ESTRATÉGICA DA MARCA
1.1 Análise dos consumidores
1.2 Análise da concorrência
1.3 Auto-análise
2-DEFINIÇÃO DO SISTEMA DE IDENTIDADE DA MARCA
2.1 Identidade nuclear (DNA)
2.2 Identidade extensa
2.3 Considerações base: Proposição de valor - Credibilidade - Relacionamento
3-IMPLEMENTAÇÃO DA IDENTIDADE DA MARCA
3.1 Determinação do posicionamento
3.2 Programas de comunicação
3.3 Avaliação dos resultados

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

ANÁLISE AMBIENTAL
A construção sistemática de uma marca deve começar pela análise estratégica da mesma, o que começa por uma análise ambiental, que pode ser definida a partir de um estudo junto aos consumidores e à concorrência, além de uma auto-análise interna e externa. Esta investigação interna e externa permite definir os traços da identidade da marca em função das características da empresa em si, e das promessas que tem possibilidade de honrar em função das particularidades do público-alvo, suas expectativas e necessidades, e em função dos traços definidores da concorrência, na busca de diferenciais. A partir daí podemos traçar os elementos-suporte do sistema de identidade de uma marca, considerados como ponto de partida de qualquer programa de construção de marca eficiente.
PESQUISA DE BRAND EQUITY
Uma das principais ferramentas para o desenvolvimento de nosso trabalho, a pesquisa é fundamental para determinar o valor da marca, seu verdadeiro espaço no mercado, e o grau de fidelidade do target consumidor. A pesquisa de Brand Equity é focada no entendimenlto global de uma marca, avaliando os resultados e efeitos de todo o esforço de marketing desenvolvido. Abaixo, as formas de pesquisa por nós utilizadas.
BrandSinergy. Determina o Brand Equity (valor da marca) a partir de variáveis como o posicionamento, tempo/estágio de existência e o grau de confiança e fidelidade dos consumidores em relação a uma determinada marca.
BrandNuclearQualification. Realiza um detalhado levantamento do patrimônio nuclear da marca e suas reais possibilidades de expansão.
ProjectiveImage. Promove a interação do consumidor em estudo qualitativo, sobretudo na análise de imagem e valores nucleares das marcas.
DareBeyondPro. Pesquisa de monitoramento de marca, que prevê uma análise contínua do mercado e estuda as relações de causa e efeito entre as ações de marketing e o comportamento dos consumidores.